23 de setembro de 2012

O que significa Namastê?


O gesto é o reconhecimento da alma de um no outro.

"Nama" significa saudação ou reverência, "as" quer dizer eu e "te", você. Logo, Namasté ou Namastê literalmente significa "saudação eu você" ou "Eu saúdo a você". A palavra é um cumprimento em sânscrito que literalmente significa: “ Curvo-me perante a ti “.

Ou seja, O Deus que há em mim saúda o Deus que há em você. Logo, A minha essência saúda a sua essência.

É a forma mais digna de cumprimento de um ser humano para outro.
Expressa um grande sentimento de respeito. 
Invoca a percepção de que todos nós compartilhamos da mesma essência, 
da mesma energia, do mesmo universo. 
Namastê possui uma força pacificadora muito intensa. 
E deve ser retribuído com o mesmo cumprimento.

O gesto:


Conhecido pelos budistas como Anjali Mudra, para fazer o gesto Namastê, colocamos as palmas das mãos juntas na frente do chakra do coração (centro do peito) ou em frente ao terceiro olho (entre as sobrancelhas), com os dedos apontados para cima. Frequentemente fecha-se os olhos, para então curvar-se a coluna, em sinal de respeito a divindade que preenche todos os espaços do universo. A coluna retorna à posição ereta mais lentamente do que quando abaixou, também simbolizando respeito à outra pessoa.

Também pode ser feito da mesma forma, só que trazendo as mãos abaixo do coração. Essa é uma forma especialmente profunda de respeito.

Os cinco dedos da mão esquerda representam os cinco sentidos do coração. Enquanto os dedos da mão direita representam os cinco órgãos da razão. Significa então que a mente e o coração devem estar em equilíbrio, em harmonia, para que nosso pensar e agir estejam de acordo com a verdade.

Também é um reconhecimento de dualidade que existe no mundo, simbolizando a união das polaridades esquerda e direita, bem e mal e sugere um esforço de nossa parte para manter essas duas forças equilibradas.


Curiosidades:

Apesar de a palavra Namastê no Ocidente ser dita em conjunção com o gesto, na Índia, é compreendido que o gesto por si só significa Namasté e então, não há necessidade de dizer a palavra quando saúda ou reverência.

Trazemos as mãos em direção ao chakra do coração para aumentar o fluxo do amor Divino. Arquear a cabeça e fechar os olhos ajuda a mente a render-se ao Divino no coração.

Pode-se fazer o Namastê a si próprio como uma técnica de meditação para atingir profundamente o chakra do coração; quando feito a outra pessoa, apesar de rápida, é igualmente uma bonita meditação.

Para um aluno ou professor, o Namastê permite que dois indivíduos encontrem-se energeticamente para estabelecer uma conexão em eterno, livre da obrigação da ego-conexão.

É feito com um sentimento profundo no coração e com a mente rendida, uma profunda união de espíritos pode florescer.


Namastê traz o sagrado para dentro de cada ser humano afirmando que Deus não está no céu, em um templo, ou mesmo na natureza…

Deus está em TUDO, em CADA UM DE NÓS e qualquer dissociação da imagem do divino da nossa, é inútil.
Ao fazer o Namastê, afirmamos que todos somos filhos e parte do sagrado. 
Indissociáveis e iguais.

Um comentário:

  1. Obrigado de dar a oportunidade de conhecer o verdadeiro sentido de Deus

    ResponderExcluir

Favor comentar aqui somente sobre assuntos relacionados ao artigo acima. Para deixar dicas, sugestões de temas, críticas e comentários em geral, use o Formulário de Contato.

ShareThis